Inovação
|América do Sul

Novo contrato de adequação do setor de abastecimento no Brasil

No dia 12 de abril, o consórcio formado pela SUEZ (25%) e outros três parceiros conquistou um contrato de redução de perdas com a SABESP no Setor Mooca, na Zona Leste de São Paulo. A licitação faz parte do Programa de Redução de Perdas de Água e Eficiência Energética da SABESP.

Com 24 meses de duração, o contrato prevê a execução de obras e serviços para implantação e adequação de 20 Distritos de Medição e Controle – os DMCs consistem em dividir uma rede de abastecimento de águas em áreas menores de maneira a gerenciar as pressões e vazões dessas áreas por meio da instalação de macromedidores.

Além disso, para adequação do Setor Mooca que tem uma extensão total de rede de 532 km, serão necessárias a instalação de equipamentos e a implantação e adequação de 26 km de redes e interligações que incluem a troca de 2.415 ramais prediais; 45% desses ramais serão substituídos pelo método convencional (o qual abre-se uma vala a céu aberto) e outros 55% serão substituídos pelo Método Não Destrutivo (MND),  realizado com a menor ruptura possível da superfície, com pouca ou nenhuma influência no entorno da obra. 

Com mais de 20 anos de experiência trabalhando com a SABESP em implantação de projetos de setorização, controle de perdas e fornecimento de equipamentos, a SUEZ se associou a outros três parceiros especialistas na implantação de redes com Método Não Destrutivo para realizar um planejamento de execução das obras com o foco na redução de impactos a população e que ao mesmo tempo proporcione uma produtividade alta, refletida no orçamento adequado proporcionando uma proposta competitiva.

Com a implantação dessas obras espera-se que os objetivos do Programa da SABESP sejam atingidos repercutindo positivamente nos indicadores de perdas e que as áreas operacionais responsáveis possam realizar gestão adequada das perdas em seus sistemas de abastecimento.

 
Valor Total do Contrato:

R$ 17,4 milhões (participação do contrato R$ 4,35 milhões)