Água
|América do Sul

SUEZ convida arte para suas plantas de tratamento

Com o objetivo de promover uma cultura de saneamento, o Ministério da Saúde, o Programa de Saneamento do Panamá e a empresa SUEZ, revelam as duas gigantescas obras vencedoras do primeiro concurso de arte SaneArte, realizado no 21 de novembro de 2017, das quais mais de 200 artistas participaram.

Sob o slogan " Água Saudável, Panamá Saudável", essas obras que colorem o país hoje, foram desenhados por John Isaac Gutiérrez, vencedor do primeiro lugar, e Martanoemi Noriega, segundo lugar. 

Suas artes serão exibidos na Estação de Bomba - localizado na Chanis - com vista para o Corredor Sul, onde as pessoas irão apreciar uma grande exibição de 20 metros de largura e 14 metros de altura, que retratam a vida da fauna marinha, a recuperação dos rios e córregos, recebendo descargas de água limpa e saudável, graças ao sistema de esgoto construído.

Na Estação de Tratamento de Águas Residuais Juan Diaz, o olhar dos visitantes também cativa com o segundo trabalho, "O rosto de uma mulher", que representa a estação de tratamento, por sua vez, promove a boa prática em torno o uso adequado da água.

Com as mãos de todos, protege o recurso hídrico. Este trabalho de 14 metros de largura e 3 metros de altura, oferece um ângulo de comunicação educacional para todos os visitantes da fábrica, porque cuidar dela é cuidar de nós mesmos. 

Com muita emoção, Juan Isaac Gutiérrez e Martanoemí Noriega descobriram nestes importantes muros, seus gigantescos trabalhos.
 
A coordenadora geral do Programa de Saneamento do Panamá, Tatiana De Janon, e o Diretor Geral da Empresa SUEZ, Francisco Beltrán, organizaram este projeto artístico que apoia a criatividade no Panamá. 

Desde 17 anos, o Programa de Saneamento do Panamá vem trabalhando para melhorar as condições sanitárias da população, com um sistema de saneamento eficiente e de qualidade. Um total de 23 corregimientos do distrito do Panamá e nove do distrito de San Miguelito é parte deste programa. 

A empresa SUEZ constrói o segundo módulo da Planta de Tratamento, que registra 17% de progresso até o momento. Também opera e mantém o primeiro módulo da fábrica. 

Com essas artes, espera-se sensibilizar a população sobre questões de saneamento que beneficiarão mais de um milhão de pessoas.