Contrato
|América do Sul

SUEZ intensifica presença no mercado de celulose e papel com expansão de operações para Klabin

O Brasil é um dos líderes mundiais no mercado de papel e celulose em expansão e a Klabin, maior produtora brasileira e exportadora de papel para embalagens, está investindo na expansão de suas plantas com o objetivo de estar preparada para absorver a demanda mundial e explorar novas oportunidades de negócios.

Nesse contexto, a Klabin concedeu à SUEZ o contrato para construir e expandir as estações de tratamento de água e tratamento de águas residuais da planta Puma, e água de alimentação de caldeiras das plantas Monte Alegre e Puma, localizadas no Estado do Paraná, visando maximizar a eficiência da produção.

As obras serão executadas por meio de um consórcio entre o Grupo SUEZ e o Grupo Rio Verde, com prazo de execução de aproximadamente 25 meses. A Rio Verde será responsável pelas obras civis, enquanto a SUEZ realizará engenharia, fornecimento de equipamentos, montagem eletromecânica, comissionamento, start-up e operação assistida das novas unidades.

O projeto de expansão Puma II da fábrica de Ortigueira (PR) da Klabin envolve a montagem de duas novas máquinas de papel para embalagem (kraftliner) com capacidade de produção total de 920.000 toneladas de papel por ano. A SUEZ e a Rio Verde serão responsáveis pela expansão da capacidade existente das estações de tratamento de água para garantir a continuidade da produção da fábrica. O contrato prevê:

  • Expansão da planta de produção de água de 141,6 mil m³/dia para 213 600 m3/dia;
  • Duplicação da planta de água de alimentação da caldeira para atingir um fluxo total de produção de 52.800 m3/dia (28.800m³/dia anteriormente);
  • Aumento de 50% na capacidade de tratamento da planta de tratamento de efluentes industriais de 127.200 m³/dia para 184.800 m³/dia

Além disso, a Klabin planeja melhorar o desempenho operacional de sua fábrica de Monte Alegre, modernizando a infraestrutura existente. Como parte deste projeto, a SUEZ e a Rio Verde serão responsáveis pela construção da nova planta de água de alimentação de caldeiras com capacidade total de produção de 8.400 m³/dia. A SUEZ irá equipar as infraestruturas de água com tecnologias avançadas para produzir água de qualidade e quantidade suficiente e consistente, maximizando assim a eficiência da produção, em conformidade com as normas ambientais vigentes.

Daniel Peres, vice-presidente do Grupo Rio Verde, diz que esse projeto vem somar-se à consolidação da empresa no mercado de celulose e papel. "Em parceria, alinhamos a expertise técnica e operacional, utilizando soluções inovadoras de engenharia para viabilizar o projeto do cliente".


Com as expansões da Klabin, a SUEZ dará uma contribuição importante ao plano de investimentos e à expansão da capacidade industrial de Celulose e Papel por meio de modernas instalações, utilizando tecnologias inovadoras e métodos construtivos desenvolvidos em conjunto com o Grupo Rio Verde. "Este contrato é uma conquista importante e estratégica para a SUEZ, pois reforça nossa posição de liderança no mercado de celulose e papel no Brasil, com o grande desafio de fornecer grandes usinas simultaneamente", diz Massimiliano Santavica, diretor comercial de projetos da SUEZ Water Technologies & Soluções para a América Latina.