Ofertas e serviços
|América do Sul

SUEZ se destaca no 1º Fórum Latino-Americano de Infraestrutura realizado em Santiago

SUEZ teve uma participação importante no 1º Fórum Latino-Americano de Infraestrutura que reuniu as autoridades do continente, representantes da Academia, do setor privado e da sociedade civil, para discutir os desafios enfrentados pelo setor e, especialmente, sobre assuntos importantes como o mobilidade urbana, conectividade digital e infraestrutura de recursos hídricos frente às mudanças climáticas

No evento, que foi realizado em Santiago, Chile, nos dias 26 e 27 de junho, organizado pelo Conselho de Políticas de Infraestrutura do Chile (CPI), nossos principais executivos puderam compartilhar experiências e mostrar o trabalho de SUEZ ao mais de 500 participantes no encontro, incluindo os ex-presidentes do Chile Eduardo Frei e Ricardo Lagos.


Nosso diretor geral SUEZ Sur Pacífico (Chile, Peru, Paraguai), Felipe Larraín e Joaquim Martí, CEO de SUEZ Chile, representaram a empresa no evento e realizaram reuniões com autoridades como o Ministro de Obras Públicas do Paraguai, Ramón Jiménez Gaona; o Ministro de Obras Públicas do Chile, Juan Andrés Fontaine, o Presidente Executivo da CPI, Daniel Hurtado; a representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Carolyn Roberts; e os ex-ministros das Obras Públicas, Carlos Cruz e Alberto Undurraga.

Uma participação muito importante foi o nosso especialista Bernard Bon, que falou sobre Dessalinização no painel "Infraestrutura Hídrica em um ambiente de mudanças climáticas", onde compartiu o palco com o ex-presidente chileno Eduardo Frei e o mexicano Carlos Tamayo, representante da AECOM.


Em sua intervenção aplaudida, B. Bon enfatizou que atualmente no Chile estão as condições para o uso da dessalinização como uma ferramenta para reutilizar a água e, assim, responder aos complexos efeitos que a mudança climática está gerando no acesso à água no Chile, especialmente na zonas norte e central do país. "A dessalinização é uma opção válida hoje. O que é necessário para fortalecê-lo? ", concluiu, após explicar como os custos de construção e operação dessas usinas foram reduzidos consideravelmente graças ao uso de energias renováveis.


Antes disso, o ex-presidente E. Frei, que exibiu seu papel como engenheiro hidráulico, lembrou a importância do investimento público-privado para realizar projetos de infraestrutura sustentável e enfatizou que tanto no Chile como na América Latina há problemas de gestão da água que impede o progresso em uma gestão eficiente dos recursos hídricos. "O Chile joga 83% de sua água para o mar sem qualquer uso", disse o ex-presidente, enquanto pede às autoridades que gerem políticas públicas claras e tomem decisões que permitam tomar medidas logo antes do cenário apresentado pela mudança climática.