Pular para o conteúdo principal

Produzindo água de qualidade para a exploração do pre-sal com FPSOs no Brasil

Os avanços na tecnologia de produção em alto mar permitiram o acesso aos campos de petróleo mais profundos. Isto levou a um número crescente de FPSOs sendo implantadas especialmente nos campos brasileiros. Com isto, a modalidade de contrato de fretamento de plataformas do tipo FPSO também se expandiu. Entre os sistemas que compõe as FPSOs, estão as unidades de tratamento de água e de gases, nos quais a SUEZ conta com expertise técnica e muita experiência.
Missão

Entre 2013 e 2015, a SUEZ conseguiu contratos para proporcionar um sistema completo de tratamento de água, eliminando sulfato de bário e estrôncio da água do mar para injeção de água no depósito de óleo de 6 FPSOs, todos localizados no Brasil.


Uma Unidade Flutuante de Produção, Armazenamento e Transferência de Petróleo (FPSO) é um navio com capacidade para separar o óleo do gás e da água durante o processo de produção, armazená-lo nos tanques de carga para transferi-los a navios petroleiros, responsáveis pelo transporte do petróleo até a costa


O sistema de tratamento de água proporcionado pela SUEZ tem o objetivo de reduzir a concentração de sulfato presente na água do mar usada para injeção de água com o fim de aumentar a recuperação do petróleo; uma vez que a água do mar contém 2.650 mg/l de íons de sulfato e pode causar formação de incrustações no poço e provocar danos nos equipamentos e reduzir a produtividade dos poços da FPSO.

Nossa Solução

Expertise da SUEZ a serviço da indústria de Óleo & Gás

A unidade de remoção de sulfato (SRU) é um processo estabelecido para impedir a formação de incrustações no reservatório. Uma SRU típica consistirá de trens de membranas de nanofiltração que irão diminuir os níveis de sulfato entrante. O sulfato decrescente também elimina o substrato para bactérias redutoras de sulfato, diminuindo, assim, o ressecamento do reservatório e as complicações do equipamento relacionadas com a corrosão. A nanofiltração pode também ser utilizada para remover economicamente os íons de dureza da água do mar. A operação contínua a longo prazo das unidades de remoção de sulfato é melhorada com um pré-tratamento consistentemente excelente, de preferência uma ultrafiltração.

As membranas de nanofiltração (NF) têm um tamanho de poro em torno de 1,0 nm, o que é ligeiramente maior do que o das membranas Osmose Reversa (RO) e menores do que as membranas de ultrafiltração (UF). A separação por nanofiltração ocorre principalmente devido à exclusão de tamanho e interações eletrostáticas. Para moléculas não carregadas, a peneiração ou exclusão de tamanho na estrutura de poros da membrana NF é a mais responsável pela separação. Para todas as aplicações, a superfície da membrana e as características de carga das paredes dos poros desempenham um papel fundamental no transporte de moléculas de água e solutos através da membrana.

 

imagem da dessalinização

Benefícios
  • Maior vida útil dos poços e aumento da produção de petróleo graças à injeção de água livre de sulfatos e oxigênio;
  • Sistema completo de tratamento implantado para evitar incrustações no poço;
Palavras mais buscadas
INÍCIO